| Última atualização em 07/01/2011 às 03:59

China é suspeita em caso de espionagem envolvendo projetos da francesa Renault

Três altos executivos da companhia foram suspensos por vazamento de informações.

1.188 views | Receba por e-mail | Comente
Por Adm. Paulo Carvalho

Espionagem afeta projetos de carros elétricos da Renault, como o protótipo Zoe.

Os serviços secretos franceses estão trabalhando com a hipótese de que a China esteja envolvida no grave caso de espionagem industrial que afeta a montadora Renault, afirmou nesta sexta-feira (7) o jornal Le Figaro, sem citar fontes.

- A Renault suspeita que haja um envolvimento chinês, segundo várias fontes internas. Os serviços secretos franceses, que levam este assunto bastante a sério, começaram uma investigação que segue, entre outras, a hipótese chinesa, segundo nossas informações.

Procurada pela AFP, a Renault não quis comentar o caso, que no começo da semana provocou a suspensão de três altos executivos da companhia por suspeita de divulgar informações sobre projetos sensíveis da montadora.

A Renault justificou a medida alegando a necessidade de “proteger sem demora os ativos estratégicos, intelectuais e tecnológicos de nossa empresa”.

A hipótese chinesa, no entanto, foi confirmada pela AFP junto ao deputado francês Bernard Carayon, do partido UMP (governo), especialista em questões de inteligência econômica.

- As suspeitas de fato envolvem a China.

Na quinta-feira (6), o governo francês referiu-se ao caso de espionagem, que envolve um vital projeto de automóveis elétricos da Renault, como parte de uma “guerra econômica”.

Copyright AFP – Todos os direitos de reprodução e representação reservados

Fonte: R7.com

Enviar para um amigo Enviar para um amigo

Comentários

Faça seu comentário

Comentário