| Última atualização em 07/04/2011 às 04:34

A TI precisa estar preparada para o uso de tablets nas empresas, aponta Gartner

Consultoria cita que os departamentos de tecnologia não podem realizar os mesmos erros cometidos com os smartphones

1.238 views | Receba por e-mail | Comente
Por Adm. Paulo Carvalho

Tablets nas empresas

Os tablets podem ser uma excelente ferramenta de negócios, mas exigem que as empresas invistam em políticas, tecnologias e conhecimento para lidar com esses dispositivos. Esta é a constatação de um relatório divulgado pela consultoria Gartner, alertando que os departamentos de TI (tecnologia da informação) precisam estar preparados para lidar com esses equipamentos portáteis.

“Os CIOs estão determinados a não cometer os mesmos erros que aconteceram com os smartphones, os quais eram descritos na fase inicial como brinquedos caros e frívolos, ou símbolos de status dos executivos – mas que depois deram espaço para líderes mais criativos, que viram a vantagem que os aplicativos móveis podem trazer”, afirma o vice-presidente de pesquisas do Gartner, David Willis, no relatório.

Para o especialista, essa disseminação dos tablets já “está mexendo com a imaginação dos líderes das empresas”, os quais pedem respostas das equipes de TI. Ainda na visão do especialista, esses equipamentos não deverão substituir os laptops e os smartphones nas corporações, mas complementar suas funções.

De acordo com ele, hoje muitas empresas já procuram tirar proveito dos tablets e, assim, quem quiser sair na frente dos concorrentes precisa ser rápido na adoção das estratégias para incorporar esses equipamentos ao ambiente de trabalho.

Quanto aos potenciais uso dos tablets no ambiente corporativo, um dos departamentos que devem fazer uso do dispositivo é a área de vendas, segundo o Gartner. As equipes comerciais tendem a utilizar o equipamento para fazer apresentações, cadastrar pedidos e acessar os sistemas de CRM (gestão do relacionamento com clientes) e de análise de negócios.

A consultoria aponta, no entanto, que os tablets deverão ter os mais diversos usos, que vão desde a apresentação de diagnósticos médicos a ofertas customizadas de roupas.

Fonte: Olhar Digital

Enviar para um amigo Enviar para um amigo

Comentários

Faça seu comentário

Comentário